Com qual rede eu vou?

rede-social-youtube-facebook-twitter-google

Qual rede social você costuma usar?

Facebook e YouTube? Provavelmente sim.
Instagram? Também, né?
Twitter? Só alguns responderão que sim.
Google+ e Linkedin? Menos ainda!
Orkut e Pinterest? Talvez nem valha a pena perguntar…

Se essas perguntas fossem feitas alguns anos atrás, o cenário seria totalmente diferente. Teríamos o Orkut disparado na liderança e o Twitter logo atrás, mas o tempo faz as preferências das pessoas mudarem a ponto de ficarem “transferindo” sua atenção para a rede social do momento.

Voltando ao cenário atual, vejamos os números aproximados de usuários das principais redes sociais em todo o mundo:

  • Facebook: 1,15 bilhão de usuários
  • Twitter: 500 milhões de usuários
  • Google+: 500 milhões de usuários
  • LinkedIn: 238 milhões de usuários
  • Instagram: 130 milhões de usuários
  • Pinterest: 70 milhões de usuários

Esses dados, divulgados pela Digital Insights através de um infográfico, só esqueceram um detalhe: os aplicativos de chat.

No Brasil, por exemplo, podemos destacar o WhatsApp como a grande febre, principalmente entre os jovens. Já são 350 milhões de brasileiros com o aplicativo de conversação instalado em seus smartphones, trocando mensagens, fotos, áudios e vídeos 24h por dia. E além dele, foram recentemente lançados também o WeChat e o Line, serviços semelhantes que vieram para terras brazucas fazer concorrência com o WhatsApp.

Outro canal que ninguém tem dado muita atenção, mas que já aparece à frente nas pesquisas de share das redes sociais nacionais é o Badoo. Dados recentemente divulgados pelo Serasa Experian mostraram que em outubro de 2013 os usuários acessam mais essa rede que o Google+, Orkut, Twitter e LinkedIn. E aposto que você nunca nem entrou lá… Porque eu confesso que só fui acessar depois de ver esses números:

 sites populares

A importância de estar sempre de olho nesses números e dados se dá para saber como esses novos canais se comportam e mais: entender como os consumidores se comportarão em relação a eles.

Só assim é possível pensar estratégias e ações que gerem impacto e engajamento do público, afinal, não há hora melhor para estar por dentro das novidades do que quando ninguém está dando a máxima atenção para elas.

Gisele Baciano – Planner Jr. da Rae,MP
Twitter: @newhapundie

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>